Petróleo volta a romper barreira dos 70 USD

Petróleo volta a romper barreira dos 70 USD

Países pertencentes à OPEP fizeram recuar a sua produção em 534 mil barris por dia no mês de Março, totalizando 30 milhões. A liderar os cortes esteve, novamente, a Arábia Saudita, seguida da Venezuela.

O petróleo voltou a romper a barreira dos 70 USD. O mais recente relatório mensal da OPEP revelou que os países pertencentes ao cartel fizeram recuar a sua produção em 534 mil barris por dia (bpd) no mês de Março, totalizando 30,022 milhões (M) de bpd.

A liderar os cortes esteve, novamente, a Arábia Saudita, que diminuiu a sua produção em 324 mil bpd face a Fevereiro, seguida da Venezuela (-289 mil bpd), cuja produção caiu para 732 mil bpd, fruto dos constrangimentos energéticos e das sanções implementadas pelos EUA.

O mercado petrolífero também reagiu aos recentes desenvolvimentos na Líbia. O actual clima de instabilidade política tem vindo a aumentar as probabilidades de se vir a verificar uma ruptura na oferta do país. A contrabalançar, esteve a subida dos inventários petrolíferos nos EUA. Os stocks aumentaram em 7 milhões de barris para 456,6 milhões, o número mais elevado desde Novembro de 2017. Por outro lado, a produção nos EUA voltou a crescer, atingindo os 12,2 Mbpd.


*Banco Angolano de Investimentos


(Leia o artigo integral na edição 519 do Expansão, de quarta-feira, dia 12 de Abril de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i