DESAFIO AOS PARADIGMAS

DESAFIO AOS PARADIGMAS
Foto: D.R.

Quase todos os dias, ouvimos falar da necessidade de novos paradigmas, mas entre aquilo que se diz até à sua aplicação prática vão a vontade de os aceitar e a capacidade de liderança e desempenho para os implementar.

Tenho vontade hoje de partilhar convosco a importância de não utilizar as palavras apenas como modelo de vaidade ou manipulação, apanágio de muitos políticos e manipuladores linguísticos, mas sim de lhe dar o seu verdadeiro sentido, percebendo que quando falamos dizemos, e quando dizemos devemos sentir e agir em conformidade.

Quando assistimos a análises ou críticas sobre determinados temas ou domínios de actividade, com frequência associada a essas reflexões, vem a necessidade de invocar aquilo a que chamam "um novo paradigma".

Logo percebemos que se trata de algo de difícil mudança ou de sofisticação empresarial ou social, sendo utilizado como forma de justificar futuros insucessos, ou falta de força de vontade em os concretizar.

Etimologicamente, a palavra paradigma significa modelo ou padrão, algo que se pretende que sirva de modelo ou exemplo a ser seguido em determinada situação. Platão remete o paradigma para um modelo associado a um mundo exemplar de atitudes e ideias, um mundo sensível. (...)


(Leia o artigo integral na edição 519 do Expansão, de quarta-feira, dia 12 de Abril de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i