Fábrica de alumínio CITIC prevê exportar para RDC e Namíbia

Fábrica de alumínio CITIC prevê exportar para RDC e Namíbia
Foto: Lídia Onde

Com cinco linhas de produção e equipada com tecnologia moderna, a fábrica de alumínios CITIC vai criar 300 postos de trabalho nacionais.

A fábrica de alumínios CITIC (China Internacional Trust and Investiment Corporation), inaugurada, esta semana, na Zona Económica Especial (ZEE) Luanda-Bengo, com um investimento de 40 milhões USD, prevê exportar parte da produção para a República Democrática do Congo e para a República da Namíbia.

Ocupando uma área de mais de 19 hectares, a unidade fabril tem uma capacidade de produção anual de 10 mil toneladas de vários perfis de alumínio para construção e prevê criar 300 postos de trabalho.

De acordo com o presidente da CITIC Angola, Tao Yang, a fábrica está equipada com tecnologia moderna para satisfazer a necessidade do mercado doméstico e para exportar para a República Democrática do Congo, Namíbia e outros países, com o objectivo de trazer o capital estrangeiro para Angola.

"Acreditamos que a inauguração desta fábrica vai contribuir para a diversificação da economia e para a promoção da indústria em Angola", conta o responsável. (...)


(Leia o artigo integral na edição 525 do Expansão, de quarta-feira, dia 24 de Maio de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i