Director João Armando

A harmonização é solução para melhorar a qualidade da universidade angolana?

A harmonização é solução para melhorar a qualidade da universidade angolana?
Foto: César Magalhães

A universidade é, em princípio, um lugar de investigação e transmissão do conhecimento adquirido, através da pesquisa e da contínua actualização que, inevitavelmente, concorre para a transmissão do conhecimento nas suas formas mais avançadas.

O termo "harmonização", usado actualmente, tenta abrandar e esconder o termo anterior "uniformização" dos currículos universitários, que devem conter todas as mesmas disciplinas, e, se eu entendi bem, também do conteúdo das várias disciplinas.

Sobre a harmonização dos currículos universitários, que o Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação pretende aplicar no futuro próximo, concordo com o artigo do professor Alves da Rocha, que li com grande atenção e satisfação, (Expansão de 7 de Março de 2019, intitulado "Estará Tudo Podre no Reino do Ensino Universitário?").

Compartilho completamente tudo o que o artigo relata e aproveito a oportunidade para acrescentar alguns pensamentos e destacar algumas inconsistências do projecto. Adicionar algumas reflexões porque, embora o artigo do prof. Alves da Rocha possa ser compartilhado em todos os seus aspectos, sentimos a necessidade de analisar também outros aspectos da oferta cultural da universidade e não apenas aqueles inerentes ao campo da economia. (...)

*Prof. Catedrático da Universidade Católica de Angola


(Leia o artigo integral na edição 525 do Expansão, de quarta-feira, dia 24 de Maio de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i