Despesa com pós-graduações dispara 3.225% para 2,3 mil milhões Kz

Despesa com pós-graduações dispara 3.225% para 2,3 mil milhões Kz
Foto: Quintiliano dos Santos

A despesa por função dos vários órgãos do Estado com o ensino superior caiu 5,5% face ao OGE inicial para 2019, mas a revisão ao orçamento reforça a aposta nas pós-graduações, numa altura em que o País precisa de melhorar o capital humano nas instituições públicas.

A revisão do Orçamento Geral do Estado (OGE) para 2019 cortou 5,5% às despesas por função com o ensino superior para 73,8 mil milhões Kz, mas reforçou a aposta no investimento em pós-graduação, uma subida de 33 vezes no valor disponível para esta área.

Resistindo aos cortes nos orçamentos com a revisão do OGE, a despesa dos vários ministérios e dos restantes órgãos do Estado em pós-graduações (mestrado e doutoramento) passou de 70 milhões Kz para 2,3 mil milhões Kz, representando uma subida de 3.225%.

Já o ensino de graduação (licenciatura) registou uma diminuição de 8,4%, seguindo a investigação e desenvolvimento em educação com corte de 57,5% e a educação especial fica com menos 23, 5%.

Apesar da diminuição na despesa para o ensino superior, no seu geral, o reforço das despesas por função para o ensino de pós-graduação representa, na visão do académico e Secretário de Estado do Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Eugénio da Silva, a vontade de se atingir os objectivos com a investigação e com a capacitação de investigadores.

(Leia o artigo na integra na edição 528 do Expansão, de sexta-feira 14 de Junho de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i