Alterações climáticas - estamos preparados para mudar?

Alterações climáticas - estamos preparados para mudar?
Foto: D.R.

No sector privado, as mudanças climáticas estão a afectar modelos de negócio em todos os sectores e indústrias - por exemplo, no sector bancário e de seguros, os custos a longo prazo decorrentes do aumento do número de sinistros devido aos desastres naturais e as potenciais perdas de activos irrecuperáveis aumentam a transparência no que concerne à exposição ao risco...

Os anos recentes têm sido particularmente duros para África no que tange aos efeitos das alterações climáticas. Na nossa memória ainda está presente o efeito devastador do ciclone Idai em Moçambique, com mais de 700 vidas perdidas e milhões de pessoas afectadas.

Mas outros efeitos, como a seca, afectam não só Angola como outros países da região. Os riscos climáticos vieram incrementar ainda mais a desigualdade global de África, em que mais de 70% das populações depende ainda de micro-produções e da conjugação dos elementos naturais, como a chuva, e da estabilidade das estações, e está, consequentemente, mais exposta às variações climáticas.

A preparação dos países, sociedade civil e empresas para lidar com estas mudanças é fundamental, e foi isso que fomos avaliar em mais um estudo "2019 Change Readiness Index".

Deste estudo resulta evidente que, em geral, as nações africanas posicionam- -se entre aquelas que maior vulnerabilidade têm às alterações climáticas e menor preparação têm para a mudança necessária. Angola apresenta-se neste capítulo na 134ª posição, em 140 países avaliados, demonstrando o longo caminho que há a percorrer nesta matéria.

Já não subsistem dúvidas sobre a dimensão dos custos associados às catástrofes provocadas pelas alterações climáticas, podendo ser medidos em milhões de vidas afectadas e milhares de milhões de euros/dólares, numa trajectória crescente. (...)


(Leia o artigo integral na edição 530 do Expansão, de sexta-feira, dia 28 de Junho de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

*Partner da KPMG

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i