Energia produzida em Laúca já chega à província do Bié

Energia produzida em Laúca já chega à província do Bié
Foto: ARQUIVO
EXPANSÃO

Com a ligação à rede nacional, a província do Bié duplicou a oferta de electricidade aos cidadãos. O Cuíto já tem a iluminação pública a funcionar.

A cidade do Cuíto já está ligada à rede nacional de electricidade, confirmou esta semana Abel Paulo, director do gabinete de infra-estruturas e serviços técnicos da província do Bié. A província do Bié passa, assim, a beneficiar de energia da rede produzida na barragem de Laúca, dobrando as disponibilidades na região, que passam de 14 para 30 MW.

Este é mais um passo na concretização do projecto de interligação do sistema eléctrico Norte/Centro/Sul, que vai levar a electricidade produzida nas barragens do Kwanza, a norte, para as províncias a sul, onde o abastecimento energético é garantido por centrais térmicas com o consumo diário de milhões de litros de gasóleo.

A ligação ao Cuito é garantida por uma linha de transporte de alta tensão que vem do Gove, na província do Huambo, e que vai agora entender-se ao Moxico e Cuando Cubango. Também a partir do Gove vai estender-se uma linha de transporte de energia para a Matala, na província da Huíla.

A ligação entre esta localidade e a capital Lubango já está concluída. Também a ligação entre o Lubango e a cidade de Moçâmedes já está pronta, pelo que a primeira ligação é o que falta para que as duas cidades mais importantes no sul do País fiquem ligadas à rede nacional. Um projecto que tem um ano de prazo de execução. (...)


(Leia o artigo integral na edição 536 do Expansão, de sexta-feira, dia 9 de Agosto de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i