TAAG lança nova rota para Lagos, na Nigéria, e vai deixar de voar para o Rio de Janeiro

TAAG lança nova rota para Lagos, na Nigéria, e vai deixar de voar para o Rio de Janeiro

A empresa prevê encerrar o ano com um aumento de 200 mil passageiros face aos 1,3 milhões transportados em 2018, "um crescimento muito ligeiro por força da economia", diz o PCE.

A TAAG - Linhas Aéreas de Angola planeia para Outubro a abertura da nova rota para Lagos, na Nigéria, com a ligação a ser assegurada por um avião Boeing 737, que deverá efectuar três voos semanais. "Os trabalhos estão muito avançados e pretendemos começar já em Outubro. Pode acontecer algum atraso, mas Lagos vai ser uma realidade", assegura Rui Carreira.

Segundo o presidente do conselho executivo da empresa, Accra, no Gana, e Abidjan, na Costa do Marfim, são outros dois destinos para os quais a TAAG poderá voar brevemente, enquanto as operações para o Rio de Janeiro, no Brasil, deverão cessar já em Outubro ou apenas em Março do próximo ano.

"Estamos a equacionar o fecho da rota Luanda-Rio, para reduzir custos, porque não há neste momento capacidade para manter dois destinos no Brasil. E escolheremos São Paulo porque temos melhor registo de passageiros e carga e porque é a maior praça da América Latina", revelou o gestor, numa conversa informal com jornalistas.

A decisão não significará que a TAAG deixará de vender bilhetes para o Rio de Janeiro, nem é um abandono definitivo. "É um destino que não queremos perder e voltaremos caso as coisas melhorem", diz o PCE, que justifica a medida com a redução do número de trabalhadores brasileiros que até há alguns anos estavam no País em projectos de construção e no sector dos diamantes. (...)


(Leia o artigo integral na edição 539 do Expansão, de sexta-feira, dia 30 de Agosto de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i