Calculadora com 'software' para estudos de viabilidade económica

Calculadora com 'software' para estudos de viabilidade económica
Foto: Quintiliano dos Santos

A ideia de Silvestre Cassa Iomba já se tornou um projecto comercial. Uma calculadora preparada para receber dados que depois de tratados por um software desenvolvido por si, é capaz de ajudar a elaborar um estudo de viabilidade económica. Tem diversas funções para diferentes aplicações.

Um engenheiro de instalações petrolíferas desenvolveu um software que permite fazer estudos de viabilidade económica de projectos empresariais, individuais e agrícolas.

A calculadora, denominada Projem 7000, faz cálculos de viabilidade económica, com base em dados como o investimento do projecto, balanço de caixa, indicadores financeiros, relatório de projecto, fluxo de dinheiro e um plano de financiamento de qualquer projecto empresarial.

Para fazer o estudo de um projecto empresarial, a calculadora trabalha os dados apresentados pelo empresário que pretende abrir o negócio. Por exemplo, o nome do projecto, o tipo e o custo do produto a ser comercializado, o número de trabalhadores a empregar, entre outros.

Estes dados são inseridos na calculadora e ela, por sua vez, faz os cálculos do projecto empresarial e dá respostas sobre as projecções pedidas. "Esta calculadora pode validar qualquer tipo de investimento e, através de dados económicos, dá uma solução rápida para os problemas que possam existir em qualquer investimento", explica Silvestre Cassa Iombe, criador da calculadora.

O software tem aplicações para calcular os dados dos pressupostos do negócio, os recursos humanos, as vendas, rentabilidade, investimento, amortizações do imobilizado, plano de financiamento, fundo de maneio, aplicação defundos, balanços, entre outras aplicações.As definições da calculadora estão em Português, mas também podem ter qualquer outro idioma.

Desenvolvida em 2018, o engenheiro avançou que está a trabalhar para o reconhecimento do projecto. Para além de ajudar as empresas que fazem estudos de viabilidade económica, o engenheiro reforça que qualquer um pode utilizar o software, sobretudo as instituições bancárias, na fase em que têm de fazer estudos de viabilidade de um projecto para a concessão de crédito. (...)


(Leia o artigo integral na edição 540 do Expansão, de sexta-feira, dia 6 de Setembro de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i