Executivo emite mais de 75 mil milhões para capitalizar o BNA

Executivo emite mais de 75 mil milhões para capitalizar o BNA
Foto: Arquivo/Expansão

As obrigações do tesouro foram emitidas em kwanzas, com valor unitário de 100 mil Kz. Em termos contabilísticos, os activos do BNA cresceram 75 mil milhões de kwanzas. Fontes revelam que a emissão pode servir para "tapar um buraco" nas contas do regulador do mercado financeiro bancário. Só as contas o dirão.

O Ministério das Finanças emitiu cerca de 75 mil milhões kz em obrigações do tesouro. Segundo fonte próxima ao dossier, os títulos foram emitidos a 27 de Setembro e estão até ao fecho desta edição do Expansão nos livros do BNA melhorando deste modo a qualidade dos activos do banco central.
De acordo com a fonte "o Estado não tem cash mas necessita de capitalizar o banco central, entretanto, na ausência de dinheiro o Estado entregou títulos de dívida, no caso, obrigações a 10 anos com a promessa de que uma vez terminado este período, a 27 de Setembro de 2029, vai entregar este valor em dinheiro ao BNA".
Sobre a forma de pagamento destes títulos de, no máximo, 100 mil kz, o Estado compromete-se a pagar 5% ao ano ou seja 2,5% por semestre.
Questionado se o BNA vai comercializar estas obrigações para as converter em dinheiro a nossa fonte adverte que esta é uma decisão do banco central, mas que o mais provável é que estes títulos estejam registados nos livros do BNA, melhorando a qualidade dos activos do regulador do mercado financeiro bancário dando liquidez e confiança ao mercado. Entretanto, não há registo de vendas destas obrigações pelo BNA a terceiros junto da Bolsa de Dívida e Valores de Angola, uma vez que o Banco Central não é membro admitido na negociação.

(Leia o artigo na integra na edição 544 do Expansão, de sexta-feira 04 de Outubro de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i