"Maior Data Center da África Subsaariana" promete reduzir custos de projectos digitais

"Maior Data Center da África Subsaariana" promete reduzir custos de projectos digitais
Foto: D.R.

Infra-estrutura com capacidade para sete mil servidores poderá "beneficiar pequenas e médias empresas que poderão aceder localmente a serviços seguros e de alta fiabilidade".

A empresa Internet Technologies Angola (ITA) inaugurou esta semana o novo Data Center (base de armazenamento de dados) que "vai permitir às empresas, principalmente o sector bancário e seguros, a utilização de serviços de alto nível e manter os seus dados críticos dentro do País, com múltiplas vantagens como soluções de colocation, hosting e serviços em Cloud", afirmou o PCA da empresa, Rolf Mendelsohn.

Com um custo de cerca de 3,1 mil milhões de kwanzas (aproximadamente 10 milhões de USD), a nova infra-estrutura com capacidade para mais de 7 mil servidores, pretende "trazer melhores condições para as instituições públicas e privadas em Angola desenvolverem as suas actividades, para acelerar o desenvolvimento da economia do País, bem como uma garantia da soberania dos dados armazenados em infra-estruturas físicas e em nuvem alojadas em território nacional".

A expansão do mercado de Data Center é apontado pelos promotores "como o principal vector da transformação digital das economias africanas, por encorajar os serviços de computação em Cloud (hospedagem dos aplicativos no data center) que possibilitam o fomento dos sistemas de pagamentos para o mercado de retalho, a inclusão financeira, os modelos de negócios sustentáveis e da administração de receitas." (...)

(Leia o artigo integral na edição 546 do Expansão, de sexta-feira, dia 18 de Outubro de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i