ESPELHO, ESPELHINHO...

ESPELHO, ESPELHINHO...
Foto: D.R.

Espelho, espelhinho, escuta-me e diz, quem é o (a) mais belo (a) deste País?

É ao espelho que quase sempre começamos a nossa manhã, da mesma forma que é aconselhável que, ao longo do dia e da vida, utilizemos o espelho, para olhar e reflectir sobre os nossos erros e defeitos, aqueles que nos traem de verdade.

É antiga a história da "bela adormecida", da bruxa e da enteada, em que a bruxa, cheia de inveja da beleza da enteada, com frequência questionava o "espelho mágico" sobre a sua imagem.

O espelho enganava-a e dizia-lhe que era bela, no entanto argumentava, que a sua enteada ainda era mais bela, despertando-lhe a raiva e a inveja.

Quantos de nós não nos deixamos iludir pelo espelho, ou mesmo nem olhamos para ele, por excesso de vaidade, convencimento, ou rotina de vida?

Quantos de nós nos consideramos belos e nos iludimos com essa beleza e convencimento, exibindo vaidade?

De facto, os nossos olhos devem ser suficientemente seguros e coerentes, por forma a nos mostrarem a verdadeira pessoa que somos, trazendo-nos as reacções verdadeiras dos outros aos nossos comportamentos, dando-nos a coragem de entender, mesmo aqueles de quem não gostamos, ou nos contrariam.

Este espelho é, no fundo, o nosso aliado, que faz constantemente o contraste entre o consciente e o subconsciente, nos obriga a ver-nos como realmente somos, não como por conveniência ou rotina, aquilo que nos parece ou queremos forçosamente que seja, contrariando um crescimento saudável, baseado em relações seguras e estáveis.

Ao espelho, a imagem que vemos não é mero reflexo, mas, em primeiro lugar, reflecte a nossa autoestima, a forma como nos valorizamos, uns mais outros menos vaidosos, outros mais ou menos seguros do seu convencimento, despertando o desafio de aperfeiçoamento, seja para emagrecer, tirar rugas, ou decidir mudar de ritmo de vida. De forma ainda mais profunda, podemos considerar um amigo, como um inimigo, bastando para tal que seja mais crítico e exigente. (...)


(Leia o artigo integral na edição 546 do Expansão, de sexta-feira, dia 18 de Outubro de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i