Barril de Brent em baixa a rondar 62 USD

Barril de Brent em baixa a rondar 62 USD

A Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP) publicou, no final da semana passada, o seu Monthly Oil Market Report, que revelou um aumento de 943 mil barris por dia na produção de Outubro. O maior aumento foi visto na Arábia Saudita (mais de 1 milhão de barris/dia), atenuado por quedas em outros países. Este aumento contrasta as expectativas do mercado, numa altura em que se espera uma renovação do acordo de redução da produção.

No mesmo relatório, ficou evidente um aumento da procura global, que passou de 98,8 milhões de barris por dia no 2.º trimestre, para 100,7 milhões de barris diários no 3.º trimestre. Em contraciclo, neste período, esteve a oferta total que caiu 300 mil barris para 98,3 milhões de barris diários. Contudo, a oferta vinda dos países que não integram OPEP aumentou 400 mil barris por dia, a qual espera-se que acelere nos próximos tempos. O destaque vai para os EUA que, a título exemplificativo, aumentou as suas reservas na última semana, em 1,4 milhões de barris, correspondendo à quarta semana consecutiva de subidas.

Apesar do mercado aparentar estar equilibrado, a percepção de que a oferta dos países fora do cartel tem vindo a aumentar, conjugada com as fracas perspectivas quanto à procura, tem impactado negativamente o preço do Brent, que, nesta semana, negociou a volta dos 62 USD por barril.

A economia global tem sido severamente afectada pelas incertezas em relação à guerra comercial EUA-China. Nesta semana, os mercados bolsistas recuaram, na generalidade, devido ao facto de o Governo norte-americano ter aprovado uma nova lei que altera a relação comercial com a região autónoma de Hong Kong pertencente à China, numa altura em que os dois países tentam chegar a acordo comercial. (...)

*Banco Angolano de Investimentos


(Leia o artigo integral na edição 551 do Expansão, de sexta-feira, dia 22 de Novembro de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i