Só 68 dos 300 estudantes previstos conseguiram a bolsa do Governo

Só 68 dos 300 estudantes previstos conseguiram a bolsa do Governo
Foto: César Magalhães

O factor idade e a média igual ou superior a 16 valores foram as principais condicionantes na selecção de candidatos, segundo o Instituto Nacional de Gestão de Bolsas de Estudo (INAGBE). Portugal é o país que vai receber mais estudantes, seguido do Canadá, EUA, Reino Unido e a República Checa.

Apenas 68 estudantes conseguiram preencher os requisitos exigidos para participar no programa do governo de envio anual de 300 estudantes com elevado desempenho e mérito académico para estudar nas melhores universidades do mundo.

Os restantes candidatos não foram seleccionados por apresentarem uma idade superior à exigida, que é de 30 anos para o mestrado e 35 para o doutoramento, e uma média abaixo dos 16 valores exigidos.

"Recebemos mais de 900 candidaturas, no primeiro filtro que realizamos retiramos 500 e deste só foram elegíveis 68 candidatos, que vão para as melhores universidades do mundo", explicou o director geral do Instituto Nacional de Gestão de Bolsas de Estudo (INAGBE).

Dos apurados, 28 candidatos concorreram no exterior e 40 estão no País. Luanda é a província com maior número de candidatos apurados, seguida de Cabinda, Huíla, Benguela e Huambo.

Neste momento, segundo o director geral do Instituto Nacional de Gestão de Bolsas, Milton Chivela, os processos dos estudantes estão em fase de conclusão para que sejam enviados para as universidades onde farão a formação.

Portugal é o país que poderá receber maior número de estudantes, através das universidades de Lisboa, do Minho, Técnico de Lisboa, seguido do Canadá, EUA, Reino Unido e República Checa, embora alguns estudantes já estejam nestes países.

O responsável lembrou que a escolha das universidades foi da responsabilidade dos candidatos, com base nas 600 instituições presentes nos rankings da "Times Higher Education Rankings", "QS World University Rankings" e "ARWU-Shangai Ranking" de 2018 e inseridos dentro dos 26 países traçados pelo programa. (...)


(Leia o artigo integral na edição 553 do Expansão, de sexta-feira, dia 6 de Dezembro de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i