Números da ONU colocam Angola mais longe da meta para 2025

Números da ONU colocam Angola mais longe da meta para 2025

São números que mudam anualmente com base nas actualizações dos indicadores, pelo que têm uma validade efémera. Mas os deste ano, relativos a 2018, afastam o País das metas do Plano de Desenvolvimento Nacional para meados da próxima década.

Angola caiu dois lugares no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), para a posição 149, entre 189 países, e as contas revistas para 2018 deixam o país mais longe da meta do Governo que pretende a entrada no grupo de desenvolvimento elevado até 2025.

Segundo o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Angola obteve uma pontuação de 0,574 pontos (numa escala de 0 a 1), duas centésimas abaixo do valor revisto para 2017, que é agora de 0,576, valores que permitem ao país continuar no grupo de desenvolvimento médio.

No entanto, são valores inferiores às contas do relatório do ano passado, no qual Angola surgia com um IDH de 0,581, pontuação que colocava o país ligeiramente mais bem posicionado para chegar aos 0,700 que permitem a entrada no escalão superior, aspiração que o Plano de Desenvolvimento Nacional (PDN) 2018-2022 contempla para 2025.

Esta contabilidade é pior quando o IDH é ajustado para reflectir a desigualdade de género, cenário em que as contas registam uma perda de 0,574 para 0,392, devido à desigualdade na distribuição dos indicadores do IDH. Este novo valor designa-se Índice de Desenvolvimento Humano Ajustado à Desigualdade e significa que Angola perde mais 2 posições, para 151.ª classificada. (...)


(Leia o artigo integral na edição 554 do Expansão, de sexta-feira, dia 13 de Dezembro de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i