Crédito mais caro de sempre com Taxa LUIBOR nos 27,62%

Crédito mais caro de sempre com Taxa LUIBOR nos 27,62%
Foto: Lídia Onde

Taxa de referência dos juros para crédito não pára de disparar desde inicio de Novembro, tornando mais caro os empréstimos bancários. Como não há liquidez na banca, quem tem dinheiro para emprestar está a despachar à taxa de juro mais alta.

Os empréstimos bancários a particulares e empresas têm estado a ficar mais caros com a subida da taxa de referência para o crédito interbancário, a Taxa LUIBOR Overnight, que tem estado a subir desde o início de Novembro fechando esta quinta-feira nos 27,62%, o valor mais alto desde que há registo em Angola.

Tratam-se dos efeitos da seca de liquidez na banca que resultou do aumento do coeficiente de reservas obrigatórias de 17% para 22% pelo Banco Nacional de Angola (BNA), que teve efeitos práticos a 4 de Novembro, admitem analistas ouvidos pelo Expansão.

A taxa LUIBOR, acrónimo inglês de Taxa Interbancária de Oferta de Fundos do Mercado de Luanda, é a taxa que os bancos cobram quando emprestam dinheiro entre si, além de servir de referência para o crédito a clientes.

Ao disparar para os 27,62%, significa que há escassez de liquidez e que os bancos que têm capital ou não emprestam, optando por aplicar a liquidez noutros investimentos, ou estão a emprestar mas a preços mais altos.

A própria teoria económica explica que circulação em excesso faz cair os preços. Como não há kwanza a circular em volumes que satisfaçam a procura, os bancos com alguma liquidez tendem a encarecer o custo do dinheiro, ou seja, o cumprimento da "lei da oferta e da procura". Normalmente quando alguém vai ao banco pedir crédito, a instituição bancária cobra-lhe uma Taxa LUIBOR mais uma margem que depende do risco desse cliente. (...)


(Leia o artigo integral na edição 554 do Expansão, de sexta-feira, dia 13 de Dezembro de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i