IVA e desvalorização do Kz aceleram preço dos carros e afectam vendas

IVA e desvalorização do Kz aceleram preço dos carros e afectam vendas
Foto: DR

A situação económica do País que se arrasta desde 2014 teve grande impacto nas importações de viaturas e deixou muitos stands "despovoados". Hoje, há um novo cenário, resultado da liquidação de uma parte das dívidas a fornecedores, mas ainda assim os preços dos carros aumentaram até 50%.

A implementação do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) em Outubro e a forte depreciação do Kwanza no mesmo período fez disparar os preços das viaturas novas em valores acima dos 50% prejudicando ainda mais as vendas de um sector que desde o inicio da crise, em 2014, caíram 92%, ao passar de 44.536 viaturas vendidas naquele ano para 3.146 em 2018.

Segundo apurou o Expansão numa ronda feita na capital do País, em Outubro os preços dos carros subiram em alguns casos mais de 60%. O modelo Mazda 2 HB, por exemplo, que em Abril deste ano custava 7,3 milhões Kz, hoje é comercializado a mais de 12 milhões Kz.

De acordo com as tabelas de preços da marca Kia, até Setembro deste ano comprar um Kia Picanto do modelo Plus importava cinco milhões Kz, e actualmente custa oito milhões. E, um Kia Rio, modelo Executive, valia sete milhões Kz e hoje vale 12 milhões Kz, assim como um Kia Optima era vendido a 14 milhões Kz e agora custa 21 milhões Kz.

Segundo o presidente da Associação dos Concessionários de Equipamentos de Transporte Rodoviário e Outros (ACETRO), as principais dificuldades das concessionárias são o reduzido poder de compra quer seja por parte das empresas como de particulares agravado com a introdução do IVA, a desvalorização do Kwanza e o fraco nível de investimento público e privado.

Nuno Borges explica que a importação de carros ainda não é significativa, mas melhorou pelo facto de se regularizar grande parte das dívidas a fornecedores e também devido à introdução do sistema de pagamentos por carta de crédito.

Porém, salienta que a disponibilidade de mais automóveis no mercado não tem sido acompanhada pelos clientes. (...)


(Leia o artigo integral na edição 554 do Expansão, de sexta-feira, dia 13 de Dezembro de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i