Consumo em baixo e falta de investimento fazem disparar pessimismo no Comércio e na Construção

Consumo em baixo e falta de investimento fazem disparar pessimismo no Comércio e na Construção
Foto: D.R.

Um mês antes do IVA, o comércio foi o sector em que a confiança dos empresários e gestores mais caiu evidenciando receios de queda de consumo.

O pessimismo dos empresários e gestores sobre as perspectivas da evolução da economia, no curto prazo, voltou a aumentar no III trimestre do ano, depois de três trimestres a diminuir, de acordo com dados do Instituto Nacional de Estatísticas (INE). Pouco consumo e investimento fazem do comércio e da construção os sectores onde o pessimismo mais impera.

O Indicador de Clima Económico (avaliação das expectativas dos empresários sobre a evolução da economia no curto prazo) mantém-se em terreno negativo pelo 17.º trimestre consecutivo.

No período entre Julho e Setembro, a confiança voltou a cair, passando dos -5 no II trimestre para os -7. No trimestre que antecedeu a entrava em vigor a 1 de Outubro do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA), o comércio foi o sector em que a confiança dos empresários e gestores mais caiu (-21 para -33), demonstrando que anteviam o agravamento do consumo devido a eventuais subidas dos preços. (...)


(Leia o artigo integral na edição 555 do Expansão, de sexta-feira, dia 20 de Dezembro de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i