Mais de 145 mil candidatos 'batem-se' por 2390 habitações

Mais de 145 mil candidatos 'batem-se' por 2390 habitações
Foto: Adjali Paulo

Candidatos ao Zango 5 ficaram a saber na sexta-feira quem segue para a fase de sorteio depois de fechado o processo de candidaturas.

Até às 22h de quarta-feira, mais de 145 mil pessoas candidataram-se à compra ou arrendamento das 2390 habitações disponíveis na centralidade do Zango 5 e aguardam pela divulgação oficial da validação das suas candidaturas, na sexta-feira, dia 7, de acordo com o Secretário de Estado para a Habitação,

Joaquim Silvestre, que falava no passado dia 21 de Janeiro, durante a apresentação do portal de candidaturas, garantiu que serão divulgados o número total de candidaturas aceites, as validadas e as inválidas.

Na altura, o responsável avançou que "as candidaturas terminavam no dia 5 de Fevereiro e no dia 7 seriam divulgados os dados finais", desta primeira fase. Ou seja, os cidadãos ficarão a saber quem está legível para a fase seguinte.

A venda efectiva das habitações será feita por sorteio entre as candidaturas elegíveis depois da verificação. De acordo com as autoridades esta foi a modalidade encontrada para conferir mais confiança ao processo, que espera receber um número de candidaturas acima dos imóveis disponíveis.

"Os candidatos elegíveis irão passar por um processo de sorteio. Queremos evitar constrangimentos e suspeitas de favorecimento. Poderão inscrever-se mais pessoas do que as habitações disponíveis, o sorteio é que vai ditar quem é o feliz contemplado, a candidatura não garante por si só a aquisição da habitação", esclareceu Joaquim Silvestre.

O sorteio público vai ser realizado por uma entidade independente credenciada pelo Instituto de Supervisão de Jogos do Ministério das Finanças e acontecerá até 15 dias depois do encerramento das candidaturas.

Os candidatos contemplados no sorteio serão notificados por SMS ou email, com previsão de entrega das chaves entre 60 a 90 dias depois do sorteio.

À disposição dos candidatos estão apenas disponíveis 2390 imóveis, entre apartamentos e vivendas, destes, 1939 serão destinados ao arrendamento urbano, que pela primeira vez entra nas contas dos projectos habitacionais do Estado. Para a venda estão apenas disponíveis 451 unidades habitacionais.

(Artigo publicado na edição 560 do Expansão, de sexta-feira, dia 7 de Fevereiro de 2020, disponível em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i