Mandado de prisão de Zuma é executado a 6 de Maio se ex-presidente não comparecer em tribunal

Mandado de prisão de Zuma é executado a 6 de Maio se ex-presidente não comparecer em tribunal
Foto: DR

O ex-presidente é acusado de ter recebido subornos do fabricante de armas francês Thales, num acordo de armas celebrado em 1999, quando era vice-presidente de África do Sul.

Um mandado de prisão em nome de Jacob Zuma será executado se, no dia 6 de Maio, o ex-presidente sul-africano não comparecer no Tribunal Superior de Pietermaritzburg, onde será julgado por acusações de corrupção, lavagem de dinheiro e extorsão, relacionadas com um acordo de armas de 1999, altura em que era vice-presidente.

Zuma recusou as acusações e tentou evitar uma acusação formal, mas no final do ano passado o tribunal rejeitou o recurso do ex-presidente, de 77 anos, e abriu caminho a um julgamento. O mandado de prisão foi emitido, na terça-feira, após Jacob Zuma faltar a uma sessão de julgamento, mas ficará suspenso até ao dia 6 de Maio. Segundo a juíza Dhaya Pillay, citada pelo jornal SowetanLive, os advogados não deram ao tribunal provas suficientes de que Zuma está realmente doente e que não pôde comparecer.

A Associated Press, com base em informações da imprensa local, noticia que Billy Downer, um dos promotores, disse ao Supremo Tribunal de Pietermaritzburg que a equipa jurídica de Zuma informou que o ex-presidente estaria fora do país para tratamento até meados de Março, após ser sujeito a duas operações no início de Janeiro. O juiz, contudo, recusou admitir como documento válido para justificar a ausência uma carta de um hospital militar de Pretória, por não ter data.

A South African Broadcasting Corporations, a emissora estatal de televisão, noticiou que Zuma se encontra em Cuba, em tratamento médico, e que o promotor público exigiu que os seus registos de saúde fossem mostrados para atestar o seu estado de saúde e a incapacidade para comparecer no tribunal. (...)


(Leia o artigo integral na edição 560 do Expansão, de sexta-feira, dia 7 de Fevereiro de 2020, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i