AFGC duplica pedido de indemnização a Angola para 95 milhões USD

AFGC duplica pedido de indemnização a Angola para 95 milhões USD

A empresa norte-americana Africa Growth Corporation (AFGC) não desiste do pedido de indemnização a Angola e pede agora o dobro dos 47,5 milhões que inicialmente reclamava no segundo processo interposto nos EUA.

A Africa Growth Corporation (AFGC) duplicou o valor da indemnização exigida ao Governo de Angola no segundo processo interposto a 16 de Maio, nos EUA, no qual reclamava inicialmente o pagamento de 47,5 milhões USD, valor que a empresa alega ter sido negociado com as autoridades, que são acusadas de incumprimento.

Num pedido de rectificação já entregue ao Tribunal Federal do Distrito Sul da Flórida, que ainda não se pronunciou, a AFGC justifica que exige agora 95 milhões USD devido a factos posteriores ao início do processo, nomeadamente a revogação dos títulos da empresa por parte da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA.

Em Junho, esta entidade de supervisão ordenou a suspensão dos títulos da AFGC devido à "falta de informação rigorosa sobre a empresa, dada a não publicação periódica de relatórios" o que, segundo a AFGC, veio aumentar os prejuízos.

Na adenda ao processo que decorre na Flórida, a AFGC atribui a não entrega destes relatórios obrigatórios ao incumprimento de Angola no acordo alegadamente celebrado em Lisboa, a 12 de Fevereiro, no qual alega que a subprocuradora Eduarda Rodrigues Neto aceitou indemnizar a empresa em 47,5 milhões USD pelos prejuízos resultantes da apropriação ilegal das propriedades Isha e Pina, na Ilha de Luanda.

Esta versão foi desmentida pelo Governo, nomeadamente pelo ministro da Justiça e Direitos Humanos, Francisco Queiroz, bem como pela subprocuradora visada. Na versão do Executivo, a empresa está a tentar "extorquir" dinheiro ao Estado por causa de "um negócio entre privados". (...)

(Leia o artigo integral na edição 563 do Expansão, de sexta-feira, dia 28 de Fevereiro de 2020, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Notícia relacionada:
Tribunal dos EUA impõe mediação entre AFGC e Angola

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i