Voluntários vão fabricar viseiras para entrega gratuita

Voluntários vão fabricar viseiras para entrega gratuita
Foto: César Magalhães

O grupo vai fabricar 5 mil viseiras diariamente, das quais 1.250 serão para doadores e 3.750 para entregar a entidades públicas gratuitamente.

Um grupo de voluntários vai fabricar mais de 200 mil viseiras para distribuição gratuita às entidade públicas que estão em contacto com o público, como médicos e agentes da autoridade, entre outros.

As pessoas ou as empresas que fizeram uma doação de 1.200 kz garantem o acesso a uma viseira e asseguram que, com esse dinheiro, o grupo fabrique mais quatro viseiras que serão doadas a quem está na linha da frente do combate à Covid-19.

As primeiras viseiras, que já foram entregues a hospitais, como o Américo Boavida, centros farmacêuticos, a bombeiros e à Polícia Nacional, foram fabricadas com impressoras 3D.

Mas, com a chegada de moldes, o grupo vai fabricar cinco mil viseiras diariamente, das quais 1.250 serão para os doadores-compradores e 3.750 para entregar às entidades públicas gratuitamente.

As viseiras, cujo modelo já foi aprovado pela Organização Mundial da Saúde, vão ser fabricadas pela empresa Plasctcon, que também se juntou a esta causa e oferece a produção.

De acordo com Miguel Gonçalves, membro do grupo de voluntários e rosto do projecto, as viseiras vão ser distribuídas a partir de um armazém disponibilizado pelo seu parceiro, a NCR, e por uma equipa de voluntários que as farão chegar aos doadores. (...)

(Leia o artigo integral na edição 573 do Expansão, de sexta-feira, dia 8 de Maio de 2020, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i