Cofres públicos já bancaram o BCI em 227 milhões USD

Cofres públicos já bancaram o BCI em 227 milhões USD
Foto: Adjali Paulo

Este será o quarto aumento de capital desde 2015, também com recurso à emissão de dívida pública. Objectivo é preparar o banco para privatização.

O Estado vai avançar com uma emissão de 30 mil milhões Kz em obrigações do tesouro para capitalização do Banco de Comércio e Indústria, elevando para 56,5 mil milhões Kz, equivalente a 227 milhões USD, a injecção de capitais públicos para aumentos de capital no banco que será a primeira instituição a ir a bolsa no âmbito do programa de privatizações.

Este será o quarto aumento de capital desde 2015, também com recurso à emissão de dívida pública. De lá para cá, os cofres públicos já bancaram 4 mil milhões Kz em 2015, 10 mil milhões em 2016, 12.500 milhões em 2017 e agora os 30 mil milhões em 2020. Contas feitas, à taxa de câmbio média de cada ano, tratam-se de 227 milhões USD em aumentos de capital.

De acordo com o último relatório e contas publicado, relativo a 2018, aprovado sem reservas por parte do auditor (a Crowe) em 2015, 2016 e 2017 os aumentos de capital foram integralmente subscritos pelo Ministério das Finanças, com o banco a registar "o referido aumento de capital na rubrica "Outras reservas e fundos" dada a inexistência de registo notarial e formalização junto do BNA. Só em 2018 esses valores foram transferidos para a rubrica de Capital Social, pois foi efectuada a escritura de aumento de capital e formalizado junto do BNA. (...)


(Leia o artigo integral na edição 574 do Expansão, de sexta-feira, dia 15 de Maio de 2020, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i