Renovação de bolsa de estudo sob responsabilidade das universidades

Renovação de bolsa de estudo sob responsabilidade das universidades
Foto: César Magalhães

Contrariamente do que acontecia, até o mês de Março, a renovação de bolsas dos estudantes passa a ser responsabilidade das universidades para se evitar aglomeração nas instituições. Mas "fica o aviso" de que as instituições que não realizarem a confirmação condicionam o subsídio dos estudantes.

As instituições que não enviarem os dados de aproveitamento dos bolseiros internos de graduação e pós-graduação ao Instituto Nacional de Gestão de Bolsas Externa (INAGBE) vão condicionar a atribuição de subsídio dos seus estudantes para o pagamento de propina do actual ano lectivo.

A renovação das bolsas presencialmente e via internet foram descartadas para facilitar o processo e evitar aglomerações nas instituições ou qualquer transtorno com a internet, uma vez que as aulas estão previstas para o dia 13 de Julho. De acordo com o director-geral do INAGBE, Milton Chivela, as instituições só têm de responder a partir do questionário que foi enviado, sobre o aproveitamento do estudante, como a transição do estudante e a realização da confirmação da matrícula para o ano lectivo 2020.

Os estudantes que não transitaram e os que não realizaram a confirmação da matrícula vão perder definitivamente a bolsa.

"Numa primeira fase, vamos fazer desta forma a renovação de bolsas internas, por isso, estamos a pedir a cooperação das instituições e esperamos que respondam porque senão acontecer não há como fazer o processamento do subsídio dos estudantes que não tivermos a confirmação da instituição. Não será culpa dos bolseiros, mas é o procedimento que nós adoptamos e não podemos pagar a quem não efectuar a renovação", aconselha.

O director-geral sublinha que espera a colaboração das instituições porque no ano passado, quando se pediu o aproveitamento dos estudantes, só 13 instituições enviaram os documentos dos seus bolseiros.

Apesar de não avançar ainda uma data de conclusão, por entender que deve-se dar tempo as instituições, embora já tenham recebido a lista dos estudantes que são bolseiros, devem efectuar com alguma prontidão. (...)


(Leia o artigo integral na edição 576 do Expansão, de sexta-feira, dia 29 de Maio de 2020, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i