Circulação dos comboios sub-urbanos retomam gradualmente

Circulação dos comboios sub-urbanos retomam gradualmente
Foto: César Magalhães

Para já são quatro por dia, entre as estações do Bungo e da Baía, respeitando a cerca sanitária, 50% da lotação e passageiros com máscara.

A circulação dos comboios suburbanos de passageiros das províncias de Luanda, Benguela e Namibe retomaram quarta-feira de forma gradual com uma ocupação máxima de 50% da capacidade e obrigatoriedade de uso de máscara para os utentes.

Os comboios da província de Luanda vão realizar diariamente quatro viagens, das 6h às 18h, entre as estações do Bungo e Baia, com paragens programadas apenas nas estações do Bungo, Textang, Muceques, Estalagem, Filda e Baia.


O Caminho-de-ferro de Luanda estabeleceu uma quota de cerca de 30 passageiros, por cada comboio, para obedecer a disposição legal que limita a ocupação máxima de 50% da capacidade do comboio.

Os passageiros ficam obrigados ao uso de máscaras para o acesso às estações e comboios em obediência às medidas de prevenção contra a Covid-19 e a compra dos bilhetes deve ser feita 30 minutos antes para permitir a organização dos passageiros nas estações e comboios.

Na província de Benguela, o Caminho-de-Ferro de Benguela (CFB) também retomou de forma gradual o transporte de passageiro com quatro comboios no troço Lobito/Benguela, dois no período da manhã e dois à tarde. Entretanto, fruto da paralisação dos comboios por força da pandemia Covid-19, o Caminho-de-Ferro de Luanda teve uma perca de arrecadação de 67,3 milhões kz entre 27 de Março a 9 de Junho.

(Leia o artigo integral na edição 578 do Expansão, de sexta-feira, dia 12 de Junho de 2020, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i