Subestação eléctrica custa 88 milhões de euros

Subestação eléctrica custa 88 milhões de euros
Foto: Lídia Onde

A infra-estrutura vai fornecer energia aos municípios do Ngonguembo, Banga e Bolongongo. Já foram pagos 13,2 dos 88 milhões de euros ao empreiteiro.

O governo da província do Cuanza Norte vai gastar 88 milhões de euros para a construção de uma subestação eléctrica de 40 megawatts (MW), para garantir o fornecimento em três municípios.

De acordo com o secretário do estado de Energia, Belsa Costa, tratam-se dos municípios do Ngonguembo, Banga e Bolongongo que vão beneficiar deste empreendimento energético, que tem como prazo de conclusão das obras Junho de 2022.

Do total das despesas referentes a este projecto, o governo já disponibilizou 13,2 milhões de euros à empresa construtora "Elecnor" que corresponde a 15%, garantiu o dirigente.

(Leia o artigo integral na edição 581 do Expansão, de sexta-feira, dia 3 de Julho de 2020, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i