Por cada 1.000 Kz de crédito concedido pela banca 350 Kz são malparado

Por cada 1.000 Kz  de crédito concedido pela  banca 350 Kz são malparado
Foto: César Magalhães

Numa altura em que a banca luta para travar o incumprimento no crédito, dados do BNA revelam que sistema bancário fechou Abril com um nível de crédito vencido a "roçar" os 35%. Economistas, analistas, empresários e um ex-banqueiro justificam subida do malparado com a fraca actividade económica devido à Covid-19.

O malparado no sistema bancário nacional atingiu, em Abril, o valor mais alto dos últimos oitos meses, agravado pelos efeitos da Covid-19 na economia, ao fixar-se nos 34,9% do total do crédito concedido pela banca comercial, de acordo com os indicadores de solidez financeira do sector bancário compilados pelo Banco Nacional de Angola (BNA).

Uma vez que, de acordo com o relatório sobre o crédito por sectores actividade também divulgado pelo banco central, em Abril, o total do crédito era de 5,1 biliões Kz. Contas feitas, significa que, naquele mês, 1,8 biliões Kz eram crédito vencido, ou seja, malparado.

Comparativamente a Março, o crédito malparado aumentou 1,6 pontos percentuais (pp), isto porque, no período, o volume de crédito em incumprimento era de 33,3% sobre o total do crédito de toda a banca comercial.

Em termos percentuais, trata-se do maior volume de crédito malparado desde Setembro de 2019. Os dados do BNA não trazem explicações sobre a evolução do crédito vencido, nem identifica as entidades bancárias onde se encontra esse crédito vencido, mas a crise financeira e económica que vive o País desde 2014 e, agora, o surgimento da pandemia do coronavírus têm sido apontado como a base da subida do volume de malparado na nossa economia.

Foi precisamente em Abril que se começaram a sentir em Angola os efeitos da crise provocada pela pandemia e pelo choque de preços do barril de petróleo provocado pela "guerra de preços" da Arábia Saudita e da Rússia, mas também pelo arrefecer das economias mundiais.

(Leia o artigo integral na edição 582 do Expansão, de sexta-feira, dia 10 de Julho de 2020, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i