Petróleo atinge níveis pré-pandémico

Petróleo atinge níveis pré-pandémico
Foto: D.R.

A vacina da Universidade de Oxford, licenciada pelo laboratório AstraZeneca, produziu resultados satisfatórios e levou os mercados a reagir positivamente.

A semana passada ficou marcada por um elevado optimismo nos mercados. O petróleo chegou a estar muito perto dos 45 USD por barril em Londres, atingindo máximos de início de Março. O Brent teve um ganho semanal de mais de 2%.

Os altos níveis de optimismo no mercado têm por base a notícia sobre os avanços de potenciais vacinas contra o novo coronavírus. A vacina da Universidade de Oxford, licenciada pelo laboratório AstraZeneca e que, segundo a OMS, está em fase mais avançada, produziu resultados satisfatórios. Os dados preliminares, publicados no inicio da semana, indicaram que a vacina produz respostas imunológicas e tem poucos efeitos colaterais. Apesar de serem ainda necessários mais testes para se confirmar a consistência dos resultados, os mercados reagiram positivamente, tendo negociado em alta.

A ultima semana foi também de anúncios relativos a novos apoios orçamentais a economias. Na União europeia (UE), foi aprovado um pacote de estímulos de 750 mil milhões de EUR para o Fundo de Recuperação, constituído para fazer face aos efeitos da Covid-19. Paralelamente, os governantes chegaram a acordo sobre o quadro de financiamento plurianual, através do qual vão ficar disponíveis mais
de 1 bilião de EUR, que vem reforçar as verbas disponíveis para o relançamento dos países do bloco.

Departamento de Estudos Económicos e Financeiros do BAI.

(Leia o artigo integral na edição 584 do Expansão, de sexta-feira, dia 24 de Julho de 2020, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i