FMI adia decisão sobre terceira avaliação a Angola

FMI adia decisão sobre terceira avaliação a Angola
Foto: César Magalhães

O conselho directivo do Fundo Monetário Internacional (FMI) adiou para o final de Agosto a reunião onde vai apreciar o relatório do staff sobre a terceira avaliação ao cumprimento do programa de financiamento ao país, adiando, assim, a decisão sobre o pedido de aumento de 740 milhões USD ao pacote de 3.700 milhões já acordados com o Fundo, confirmou ao Expansão fonte do Governo.

A reunião estava inicialmente agendada para 30 de Julho, data que consta no relatório que será apreciado nessa reunião e a que o Expansão teve acesso. Mas, contrariamente ao que é habitual, a data nunca foi publicada no site do FMI.

Esta quinta-feira, a Bloomberg revela que o "board" do Fundo adiou a reunião já que precisa de mais tempo para dialogar com o Executivo angolano, que solicita um aumento do financiamento, aumentando para a totalidade da quota a que tem direito, enquanto membro da instituição sedeada em Washington.

Angola pede ainda uma moratória ao pagamento de juros relativos a 2020, conforme avançou o Expansão na sua edição de 24 de Julho.

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i