Laboratório do ISPTEC desenvolve soluções de combate à Covid-19

Laboratório do ISPTEC desenvolve soluções de combate à Covid-19
Foto: Lídia Onde

Os técnicos do laboratório do Instituto Superior Politécnico de Tecnologias e Ciências (ISPTEC) desenvolveram um conjunto de soluções para combate à Covid-19, como ventiladores mecânicos, álcool glicerinado antisséptico e um túnel de desinfecção para facilitar a entrada dos estudantes no início das aulas. Entre as novidades está incluída uma caixa de desinfecção de livros por ultravioleta.

O álcool glicerinado antisséptico foi produzido com base na fórmula atribuída pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

O laboratório da instituição tem uma capacidade para produzir diariamente 500 garrafas de álcool de 500 ml, mas, até ao momento, já produziu dois mil frascos com o apoio da Basel Angola, uma empresa de detergentes que ofereceu os recipientes.

Entretanto, a instituição já distribuiu de forma gratuita 100 caixas (1.200 frascos) ao Governo Provincial de Luanda, para distribuir às instituições e às comunidades mais carenciadas, 20 caixas à Sonangol, mais 20 à clínica do exército e prevê também distribuir à polícia e à administração do Município do Talatona.

A caixa de desinfecção de livros por ultravioleta é outra solução que evita a propagação do vírus através dos livros consultados pelos estudantes na biblioteca ou numa outra instituição. O livro é inserido dentro da caixa, que contem ama iluminação ultravioleta, que elimina o vírus.

A instituição também desenvolveu um equipamento que pulveriza uma solução que elimina o vírus. Trata-se do túnel de desinfecção que foi produzido com o objectivo de facilitar a entrada de estudantes nas instituições.

O ventilador mecânico é outra solução, mas está ser desenvolvido pelo ISPTEC e pela universidade Católica em colaboração com investigadores de outras universidades. As iniciativas da instituição, sobretudo a produção de álcool glicerinado antisséptico, estão concluídas e encontram- se em distribuição gratuita em várias instituições, para responder ao apelo do Executivo que solicitou o envolvimento da sociedade civil e das universidades para o combate à Covid-19, segundo o director dos laboratórios do ISPTEC, Leonel Francisco.

(Leia o artigo integral na edição 590 do Expansão, de sexta-feira, dia 4 de Setembro de 2020, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i