Economia do Senegal contrai 0,7% e volta a crescer mais de 5% em 2021

Economia do Senegal contrai 0,7% e volta a crescer mais de 5% em 2021
Foto: D.R.

A economia deverá contrair 0,7% este ano, devido ao impacto da pandemia, estima o FMI, que revê em baixa a sua previsão anterior de crescimento de 1,1%.

Num comunicado, divulgado após conclusão de uma missão virtual ao Senegal, de 9 a 18 de Setembro, para actualizar as projecções macroeconómicas e discutir a execução do orçamento de 2020, o FMI admite que o crescimento poderá recuperar mais de 5% em 2021, impulsionado "pelas perspectivas favoráveis para a agricultura". Esta projecção está "sujeita a riscos negativos significativos, reflectindo as incertezas quanto à velocidade da recuperação global e a evolução da pandemia, que pode continuar a afectar sectores importantes como o turismo, os transportes e a hotelaria".

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i