Renovação de bolsas internas atrasa pagamento dos subsídios

Renovação de bolsas internas atrasa pagamento dos subsídios
Foto: César Magalhães

O atraso no processo de renovação de bolsas de estudo internas condicionou o pagamento de subsídios dos bolseiros do Instituto Nacional de Gestão de Bolsas (INAGBE).

O director do Instituto Nacional de Gestão de Bolsas Externas, Milton Chivela, explicou ao Expansão que os subsídios não foram processados porque as universidades não enviaram a tempo o aproveitamento académico dos bolseiros.

No entanto, fruto da pressão que as universidades estão a fazer aos bolseiros, o responsável garantiu que a partir deste mês os subsídios serão processados.

"Vamos processar agora o complemento dos meses de Outubro, Novembro e Dezembro. Estamos com 95% da situação já resolvida", garantiu.

Apesar de existirem estudantes que dependem do subsídio para pagar encargos, como alojamento e alimentação, o responsável explicou que não se podia efectuar pagamentos anteriormente, porque os estudantes não estavam em formação: a única condição para receber o subsídio.

"Os bolseiros não tiveram aulas de Março a Setembro, então não tinham direito ao subsídio, porque a condição sine qua non é que o estudante esteja em formação, e também não tinham o aproveitamento académico apresentado pelas universidades".

Milton Chivela aproveitou a ocasião para chamar a atenção dos gestores para o cumprimento das datas de envio do aproveitamento académico dos bolseiros, no sentido de se evitarem atrasos no pagamento dos subsídios porque não se pode pagar os subsídios sem a renovação da bolsa e sem se aferir o aproveitamento do estudante.

"Apesar de estarmos a fazer o pagamento de alguns bolseiros, ainda continuamos a atender as reclamações de estudantes que dizem estar com a bolsa suspensa, cancelada ou concluída", notou.

Os bolseiros internos de pós-graduação não apresentaram reclamações quanto ao pagamento de subsídio porque é concedido um apoio anual (pago uma única vez) durante o período de elaboração da dissertação de mestrado ou defesa de tese de doutoramento.

(Leia o artigo integral na edição 604 do Expansão, de sexta-feira, dia 11 de Dezembro de 2020, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i