Óculos Bajulex

Óculos Bajulex

Vou-vos contar uma coisa. Esta semana comprei uns óculos Bajulex. A minha vida deu uma volta de 180º e sinto-me muito mais feliz.

Sem os óculos leio "deputados da maioria aprovam lei mesmo sabendo que era inconstitucional, com o argumento de que era uma situação temporária", com os ditos já leio "decisão de inconstitucionalidade da lei é um sinal da vitalidade do regime e de que as instituições democráticas funcionam". Fiz o teste definitivo na notícia que começava com "a fome está a aumentar em Luanda e são centenas as pessoas que hoje procuram alimentos junto contentores". Depois de pôr os meus óculos Bajulex já lia "País importa menos 30% de produtos alimentares e poupa milhões em divisas, num sinal de vitalidade do seu sistema económico".

Além da leitura tem também aplicação na visualização de imagens. Posto em frente a um canal televisivo onde um líder empresarial se queixa das dificuldades em obter financiamento junto da banca comercial, dos factores envolventes que não mudam (dificuldades administrativas, gasosas para fazer andar os processos, falta de energia e água, etc.), com os novos óculos Bajulex rapidamente as imagens mudam para mais uma conferência do PRODESI onde se anunciam milhares de projectos aprovados, milhares de milhões de kwanzas distribuídos e ritmos aceleradíssimos de crescimento.

E aplica-se igualmente aos relatórios. Onde se lê no Outlook do Banco Mundial que Angola terá o 5.º pior crescimento económico da África Subsariana, +0,9%, com os novos Bajulex passa a estar escrito "ao fim de cinco anos de recessão a economia angolana volta a crescer, confirmando o empenho e o excelente trabalho do Executivo". E mesmo quando alguém se atreve a escrever que Angola tem a 2.ª maior taxa de desemprego de acordo com o Outlook do FMI para 2020, com os óculos já podemos ler "angolanos são um dos povos mais empreendedores do mundo e na sua maioria preferem ter negócios próprios".

E mesmo para as notícias boas, os novos Bajulex têm o condão de as aprimorar. Por exemplo, o título "judoca angolana é campeã africana" rapidamente se torna "com a orientação do Presidente da República a política desportiva em Angola é um sucesso". De acordo com o prometido pelo vendedor, esta semana far-se-á o lançamento dos aparelhos auditivos Bajulex, que naturalmente, também recomendo. Relativamente aos óculos, na sua versão original as armações vêm em vermelho, preto e amarelo, mas há também outras cores, para aqueles que apesar de fazerem parte do Fan Club do Bajulex, querem passar mais despercebidos, ou por estratégia, não querem ser reconhecidos como tal.

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i