Director Carlos Rosado de Carvalho

Mais de 4 milhões de angolanos não irão votar por não terem feito o registo eleitoral

Mais de 4 milhões de angolanos não irão votar por não terem feito o registo eleitoral

O Censo 2014, cruzado com os dados do registo eleitoral, permitem concluir que 4.659.383 cidadãos ficaram de fora do processo eleitoral. Os falecimentos justificam alguma ausência de cidadãos nos postos de registo, mas não explicam porque é que há menos registos em 2017 do que em 2012, quando a população aumentou.

Mais de 4 milhões de angolanos não irão votar em 2017, por não terem feito o seu registo eleitoral, de acordo com as contas do Expansão a partir do cruzamento dos dados divulgados pelo Ministério da Administração do Território (MAT) com os do Censo de 2014.

Os dados do MAT demonstram que 3.064.396 cidadãos que se registaram em 2012 não actualizaram o seu registo em 2017, dos quais 17,6% têm entre 25 e 30 anos, 16% estão na faixa etária dos 30 aos 35 anos e 14% têm 65 anos ou mais.

Acontece, porém, que de acordo com o Censo 2014, há no País 1.594.987 cidadãos que em 2014, ainda não tinham 18 anos, e que atingiram a idade eleitoral em 2017 (497.030 tinham 17 anos, em 2014, 537.360 tinham 16 anos e 560.597 habitantes tinham 15 anos). Somando este milhão e meio com os que não actualizaram o registo, em 2017, há 4.659.383 cidadãos que ficam de fora das eleições-gerais de 2017.

O dado que continua a intrigar quer os demógrafos quer os politólogos é o facto de haver menos 440 mil cidadãos registados em 2017 do que em 2012.

(Leia o artigo na integra na edição 419 do Expansão, de sexta-feira 28 de Abril de 2017, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i