Director Carlos Rosado de Carvalho

Deputados ficam sem Lexus depois de cortes nos combustíveis e telemóveis

Deputados ficam sem Lexus depois de cortes nos combustíveis e telemóveis
Foto: Adjali Paulo

Há 19 meses que os deputados perderam regalias como subsídios de telecomunicações e de combustíveis, bem como o pagamento de viagens. O Parlamento está a "apertar o cinto" e recuou na aquisição dos Lexus 570 que iam custar 78 milhões USD aos cofres do Estado. Objectivo passa por adquirir viaturas mais económicas.

A Assembleia Nacional recuou na intenção de comprar viaturas Lexus para uso protocolar dos deputados da IV legislatura, para a qual tinha sido aprovada uma verba a rondar os 78 milhões USD. A intenção é reduzir custos numa altura em que os deputados estão há 19 meses sem receber algumas regalias como combustível, telemóvel, viagens e manutenção de viaturas.
De acordo com várias fontes do Expansão, o objectivo passa por adquirir viaturas mais económicas, de forma a reduzir o valor a investir, tendo o presidente da Assembleia Nacional, Fernando da Piedade dos Santos "Nandó", que prefere modelos "turismo", proposto aos líderes dos grupos parlamentares a aquisição de viaturas da marca BMW, como aconteceu na legislatura 2008-2012, Volvo ou Toyotas Land Cruiser V8. Segundo as fontes, os deputados rejeitaram as propostas do presidente da Assembleia, pois pretendem viaturas todo-o-terreno, de preferência a gasóleo, uma vez que, defendem, se enquadra mais na realidade do País e à situação das estradas nacionais.

(Leia o artigo na integra na edição 447 do Expansão, de sexta-feira 10 de Novembro de 2017, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i