Director Carlos Rosado de Carvalho

Estado injecta 2.000 milhões USD no sistema financeiro

Estado injecta 2.000 milhões USD no sistema financeiro
Foto: Quintiliano dos Santos

Numa altura em que um grupo de trabalho está a passar a pente fino a participação do Estado na banca, o Governo prepara a injecção de 403 mil milhões Kz a distribuir por BPC, BCI, BDA, Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Agrário (FADA), Fundo de Garantia de Crédito e Recredit. Fusões estão em cima da mesa.

O Estado vai injectar 403 mil milhões Kz, cerca de 2 mil milhões de USD, para recapitalizar instituições financeiras em que é accionista maioritário, nomeadamente o BPC, BCI, BDA, bem como no Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Agrário (FADA), no Fundo de Garantia de Crédito (FGC) e na Recredit.
A informação foi fornecida pelo Ministério das Finanças, numa resposta ao Expansão sobre os activos financeiros que o Estado pretende adquirir este ano, proposta que consta no relatório de fundamentação do Orçamento Geral do Estado 2018.
"Essas operações, contempladas no plano financeiro do Orçamento Geral do Estado 2018, têm, em sede fiscal, objectivos económicos em virtude do interesse do Executivo de continuar a apoiar o investimento privado e devolver o ímpeto do crescimento do PIB no ano em curso", sublinha o Minfin.
Além dos 2 mil milhões USD para recapitalização das instituições financeiras do accionista Estado, em cima da mesa está a possibilidade de fusão de algumas instituições e a eliminação de outras. "Por exemplo, o BDA e o FADA têm praticamente a mesma finalidade, portanto, não há razões para existirem as duas", avança fonte do Minfin ao Expansão.

(Leia o artigo na integra na edição 456 do Expansão, de sexta-feira 19 de Janeiro de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i