Director Carlos Rosado de Carvalho

Angola é o País mais corrupto da SADC e o 14.º pior do mundo

Angola é o País mais corrupto da SADC e o 14.º pior do mundo
Foto: Lídia Onde

O Índice de Percepção e Corrupção 2017 analisa as perpecções de corrupção no sector público e, em 180 países, coloca Angola na 167.ª posição, uma descida de três lugares face a 2016. Apesar da descida no ranking, Angola subiu um ponto no índice. Nova Zelândia é o país com menos corrupção, enquanto a Somália é o que tem mais.

A Nova Zelândia (com 89 em 100) e a Dinamarca (88) continuam nos primeiros lugares, mas trocam de posição. Ao nível das regiões, a África subsaariana, com uma pontuação média de 32 continua a ser a que enfrenta maiores índices de percepção de corrupção, seguida da Ásia Central (com 34 pontos de média). Nos dez países mais corruptos, encontram-se quatro da África subsaariana, nomeadamente a Guiné Equatorial e Guiné-Bissau (ambas na 171.ª posição) e Sudão do Sul (179) e Somália (180), estes dois últimos ocupam o fim da lista.
Em relação à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)), Portugal continua a ser o melhor classificado, ocupando a 29.ª posição, com 63 pontos em 100 possíveis, seguido de Cabo Verde na 48ª. posição com 55 pontos em 100 possíveis, São Tomé (64), Moçambique, na 153.ª posição e, por fim, a Guiné Bissau no 171.º posto.
O Índice de Percepções de Corrupção, publicado anualmente pela TI, é o principal indicador global sobre os níveis de corrupção no sector público de cada país, medidos a partir das percepções de especialistas externos e de organizações internacionais.

(Leia o artigo na integra na edição 461 do Expansão, de sexta-feira 23 de Fevereiro de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i