Director Carlos Rosado de Carvalho

Banco Nacional de Angola anula licença da sociedade de remessas de valores Money Speed

Banco Nacional de Angola anula licença da sociedade de remessas de valores Money Speed

O banco central fundamenta a retirada da licença à Money Speed, alegando incumprimento reiterado no prazo para início de actividade no sistema financeiro.

O banco central informou, terça-feira, que anulou a licença que autoriza a sociedade de pagamentos e remessas Money Speed a exercer a actividade de remessas de valores no País por caducidade da autorização que o Banco Nacional de Angola (BNA) lhe concedeu.
"Assim, e dando-se início ao processo de liquidação, as entidades que registam dívidas da Money Speed - Sociedade de Pagamentos e Remessas, Lda., devem, no prazo de 30 dias a contar da data de publicação do presente comunicado, informar os valores dessas dívidas ao Departamento de Regulação e Organização do Sistema Financeiro do Banco Nacional de Angola", destaca a nota do BNA.
O banco central fundamenta a retirada da licença à Money Speed, alegando incumprimento reiterado no prazo para início de actividade no sistema financeiro, remetendo para a Lei de Base das Instituições Financeiras, que indica que "a autorização de uma instituição financeira não bancária caduca se os requerentes a ela expressamente renunciarem, se a sociedade não for constituída no prazo de seis meses ou se não iniciar a actividade no prazo de 12 meses a contar da mesma".

(Leia o artigo na integra na edição 483 do Expansão, de sexta-feira 27 de Julho de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i