Director Carlos Rosado de Carvalho

Angola exportou apenas 4,1 milhões USD em diamantes lapidados no ano passado

Angola exportou apenas 4,1 milhões USD em diamantes lapidados no ano passado

Os primeiros dados da lapidação de diamantes estão longe da capacidade da fábrica, concebida para processar 20 mil quilates mês e gerar uma receita anual de 280 milhões USD.

Angola exportou, no ano passado, perto de 4,1 milhões USD em diamantes lapidados, revelam os dados da fábrica de lapidação de diamantes Angola Polishing Diamonds (APD).
Estes são os primeiros dados da lapidação de diamantes lançados oficialmente pela fábrica, que lapida, mensalmente, cerca de 2 mil quilates, um décimo da sua capacidade, tendo atingido, em 2017, a cifra de 4,1 milhões USD de exportação.
A unidade fabril tem uma capacidade instalada para processar 20 mil quilates por mês, para uma receita bruta de 240 milhões USD por ano.
Há três anos a laborar de forma ininterrupta, depois de quatro anos de paralisação, a APD, recebeu um investimento de 7 milhões USD, para processar 5 mil quilates mês e lapidar 100% uma pedra de diamante
A empresa é constituída por uma sociedade anónima, detida por quatro sócios, entre eles a Sociedade de Comercialização de Diamantes de Angola (Sodiam). A unidade fabril conta com 214 funcionários, dos quais 173 nacionais.

(Leia o artigo na integra na edição 483 do Expansão, de sexta-feira 27 de Julho de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i