Angola na cauda do índice de competitividade do turismo a nível mundial

Angola na cauda do índice de competitividade do turismo a nível mundial
Foto: César Magalhães

O mau ambiente de negócios, causado pela crise económica e financeira, é um dos indicadores para o desempenho desfavorável do sector do turismo em todo o País. Espanha é o país mais competitivo no turismo mundial.

Angola aparece este ano na posição 134 entre os 140 países avaliados no Relatório de Competitividade em Viagens e Turismo do Fórum Económico Mundial, penalizado pelo mau ambiente de negócios e por outros factores, como a falta de infra-estruturas atractivas para o desenvolvimento do turismo.
A informação foi avançada pela ministra do Turismo, Ângela Bragança, no Lubango, na abertura do Conselho Consultivo da instituição, que decorre entre os dias 3 e 5 deste mês.
Olhando para os negócios do turismo na SADC, avança a ministra, o País está apenas à frente da RDCongo, com um score de 2,7 pontos entre os sete possíveis. "A pontuação deste ranking varia entre um, para o pior nível de competitividade, e sete para o melhor nível. Neste relatório, aparecem como países mais competitivos em turismo, a nível mundial, Espanha, França, Alemanha e o Japão, todos com uma pontuação de 5,4, enquanto o menos competitivo é o Iémen com 2,4", disse Ângela Bragança.
De acordo com os dados do Fórum Económico Mundial, entre os países da CPLP, Portugal é o País melhor posicionado, ocupando a posição 12 com um score de 4,9 pontos, as Maurícias é o país africano melhor colocado, ao situar-se na posição 54 com 4,0 pontos, seguido da África do Sul na posição 61, igualmente com 4,0 pontos. O PALOP melhor colocado é Cabo Verde na posição 86, com um score de 3,6 pontos.

(Leia o artigo na integra na edição 544 do Expansão, de sexta-feira 04 de Outubro de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i