Director Carlos Rosado de Carvalho

Brasileira Oi pede protecção de credores

Brasileira Oi pede protecção de credores

A empresa de telecomunicações brasileira Oi entregou na segunda-feira um pedido de recuperação judicial na comarca da capital do estado do Rio de Janeiro para tentar manter a continuidade do negócio, segundo um comunicado emitido por aquela entidade.

Segundo o comunicado, o "pedido de recuperação foi ajuizado em razão dos obstáculos enfrentados pela administração da empresa para encontrar uma alternativa viável junto dos seus credores".

"O total dos créditos com pessoas não controlados pela Oi listados nos documentos protocolados com o pedido de recuperação judicial soma, nesta data, aproximadamente 65,4 mil milhões de reais (17 mil milhões de euros)", salienta Oi no comunicado.

A empresa refere também, no comunicado, que o pedido de recuperação judicial é, neste momento, o mais "adequado" para preservar a continuidade da oferta dos serviços aos clientes, preservar o valor da Oi, manter a continuidade do negócio e da sua função social.

A OI detém uma participação de 25% na Unitel que "herdou" da Portugal Telecom no âmbito da integração desta operadora portuguesa na brasileira. Essa transacção está a ser contestada pelos accionistas angolanos da Unitel que alegam que a transacção não podia efectuar-se sem o seu acordo.

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i