Director Carlos Rosado de Carvalho

"Com essa baixa do preço do petróleo podemos ter alguma vantagem"

"Com essa baixa do preço do petróleo podemos ter alguma vantagem"

Um mês após o lançamento do seu primeiro livro "Por falar em negócios...Que tal integrá-los", o consultor António Kamané, em entrevista ao Expansão, mostra-se empenhado em ensinar como montar um negócio e considera que o pior da crise já passou.

"Por falar em negócios... Que tal integrá-los?" Porquê este título?
O livro tem um pendor técnico, mas tive de jogar entre o técnico e o comercial. A intenção era fazer um título como integração de negócios, mas como pretendo abranger um público mais alargado, entre estudantes, empresários e pessoas que estão no mundo de negócios, mas que não têm conhecimentos técnicos, decidi dar este título integrante e comercial.


Como está o País em matéria de gestão de negócios?
Acredito que a maior parte dos empreendedores, quando escolhem um novo negócio, é muito pelo facto de olharem para o que os outros já fazem e os resultados muitas vezes são que os negócios não demoram, uns nem um ano duram. Por isso, chego à conclusão que muitos dos aspectos técnicos são descorados no empreendedorismo.


O livro surge em função da crise?
Comecei a preparar o livro há dois anos e a situação económica e financeira do País ainda não estava tão apertada. Mas já tínhamos problemas no que se refere à criação de negócios e na criação de carteira. O livro não é tão baseado na situação que estamos a viver agora, entretanto, chega em boa circunstância, porque actualmente já não estamos em condições de perder muitos recursos.

(Leia o artigo na integra na edição 429 do Expansão, de sexta-feira 07 de Julho de 2017, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i