Director Carlos Rosado de Carvalho

Qualidade de vida

Qualidade de vida

A qualidade de vida procura-se e raramente se atinge, pois o ser humano, com frequência despreza pequenos pormenores, que podem fazer a diferença na sua saúde física e mental.

A qualidade de vida indica o nível das condições básicas e suplementares do ser humano, desde o seu bem-estar físico, mental, psicológico e emocional, até aos relacionamentos sociais, com a família e amigos, não descuidando a saúde, a educação, componentes de realização da vida humana.
São raras as situações em que o ser humano consegue conciliar o seu ritmo de vida com a qualidade de vida, sendo evidente que o desequilíbrio é tanto maior, quanto maior é o distanciamento entre a qualidade do seu estilo de vida e a procura de hábitos de saúde saudáveis.
O conceito de qualidade de vida foi criado pelo economista J.K. Galbraith, em 1958, que considera que as metas político-económicas e sociais não devem ser perspetivadas, tanto em termos de crescimento económico quantitativo, como em crescimento material e do nível de vida, mas sim de melhoria em termos qualitativos das condições de vida do ser humano.
Uma boa qualidade de vida, implica ter um plano de vida, que em cada dia considere hábitos saudáveis, cuidados com o corpo e o espírito, uma alimentação saudável e equilibrada, relacionamentos sãos e tempo de qualidade, só assim existe equilíbrio.

(Leia o artigo na integra na edição 439 do Expansão, de sexta-feira 15 de Setembro de 2017, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i