Director Carlos Rosado de Carvalho

Produtividade e eficiência

Produtividade e eficiência

Face aos desafios que se colocam, quer ao novo Governo, quer às empresas angolanas, a produtividade está na ordem do dia, não descuidando a eficiência, sua grande aliada.

Somos verdadeiramente produtivos, quando sabemos aproveitar bem o nosso tempo, recursos e talentos, revelando-nos eficientes em qualquer tarefa desempenhada.
Este é o grande factor crítico das empresas angolanas, baixa produtividade e absentismo, associado, na maioria dos casos, à falta de formação do capital humano.
Qualquer empresário empreendedor, não aceita de forma natural as perdas de produtividade, pois elas estão directamente associadas à rentabilidade e competitividade do negócio.
Pretendem-se, por isso, equipas de colaboradores, focados nos desafios da empresa e orientados mediante as suas necessidades e capacidade produtiva.
Ser produtivo não está directamente relacionado com o número de horas de trabalho, ou a presença no posto de trabalho, antes com a capacidade de gestão do tempo, de planeamento, de definição de prioridades.
O estabelecimento de metas ao longo do dia garante que fazemos o que deve se feito.

(Leia o artigo na integra na edição 442 o Expansão, de sexta-feira 06 de Outubro de 2017, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i