Director Carlos Rosado de Carvalho

"Tivemos muitas dificuldades para assegurar a participação na prova"

"Tivemos muitas dificuldades para assegurar a participação na prova"
Foto: Osmar Edgar

Depois dos títulos de 2008 na África do Sul, de 2014 no Brasil e 2015 em Angola, a selecção nacional conquistou o quarto título mundial em big game fishing em Portugal. A falta de apoios e as dificuldades na obtenção de divisas não travaram o ímpeto de vencer.

Angola é o vencedor da 26º edição do Campeonato Mundial de Pesca Desportiva do alto mar "Game Fishing". Foi difícil conquistar o título?
Foi um mundial muito difícil, com águas extremamente duras, ventos, ondas grandes e barcos pequenos para o mar que nós encontrámos. Sofremos bastamente, contudo, a satisfação é maior porque, apesar dos pesares, fomos os mais felizes da prova.


Quais foram as equipas que mais dificuldades causaram à Selecção Nacional?
As equipas principais que nós defrontámos foram Portugal B, Espanha e Suíça. Estes foram os nossos grandes concorrentes. Deram-nos luta até ao último momento.


Quais são os tipos de peixe que permitem melhorar a classificação?
Em Portugal, tivemos Blue Marlin, que é o maior, que atinge 600 kg, o White Marlin, que é um pouco mais pequeno, e atuns.


Cada tipo de peixe tem uma pontuação?
Sim. O Marlin tinha 100 pontos, o White Marlin 50 pontos, as douradas 5 pontos e os atuns, entre 600 a 800 kg, proporcionavam 50 pontos também.

(Leia o artigo na integra na edição 444 o Expansão, de sexta-feira 20 de Outubro de 2017, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i