Director Carlos Rosado de Carvalho

Coragem e determinação

Coragem e determinação

Para além da esperança, existe uma vida feita de coragem e determinação, o verdadeiro combustível do desenvolvimento sustentado.

Todos nós estamos na expectativa sobre os resultados desta nova governação, bem como da forma como conseguirá ultrapassar todos os factores críticos que enfrentam a nossa economia, resultando dela desequilíbrios sociais, que afectam toda a estabilidade do sistema.
É essencial ultrapassar este tempo de esperança, responsabilizando todos quantos têm o dever de cumprir com a sua missão, saindo da zona de conforto para a zona de desafio, com coragem e determinação.
Mas vejamos como enquadrar a esperança, neste desafio de mudança de comportamentos e formas de gerir e trabalhar.
A coragem é quase sempre encarada como uma virtude, a capacidade que todos nós devemos ter para agir, embora muitas vezes com medo, temor ou até intimidação, embora tantas vezes associada ao medo.
Ao contrário, quem não tem coragem, ou é medroso retemperado, ou é cobarde.
Neste desafio quotidiano de fazermos mais e melhor, a luta contínua pelo progresso lança o desafio de ir mais além, a tal autoconfiança que gera a energia para enfrentar e resolver os problemas.
Platão correlaciona a coragem com a razão e a dor, o uso da razão a despeito do prazer, num abdicar tantas vezes da vontade pessoal, para de forma decidida tomar decisões isentas, justas e coerentes.
Vejam como a coragem se associa à coerência, num braço forte com a incompetência e o conformismo, inimiga do deixa andar.

(Leia o artigo na integra na edição 467 do Expansão, de sexta-feira 06 de Abril de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i