Venda de bens tecnológicos na NCR aumenta 25%

Venda de bens tecnológicos na NCR aumenta 25%
Foto: D.R.

Impressoras, computadores portáteis, tinteiros, frigoríficos e monitores, entre os bens mais adquiridos durante o isolamento.

A venda de bens tecnológicos, como computadores portáteis, monitores, tinteiros, serviços técnicos de videoconferência e impressoras na NCR registaram um crescimento de 25%, em relação ao período homólogo, seguindo uma tendência mundial, nesta fase de confinamento.

Os acessos ao site e à app NCR online aumentaram 41%, tendo-se registado ainda uma subida de 100% nas compras através dos canais online. De acordo com Gonçalo Montoya, chefe de comércio electrónico da NCR Angola, o consumo online aumentou de tal forma que a empresa teve de reforçar a equipa, devido ao número de encomendas online, que duplicou durante o isolamento.

Embora as operações cubram todo o País, devido à parceria com a DHL e com a Skynet, a província de Luanda foi a que registou maior volume de compras e encomendas online. Segue-se Benguela, Huambo e Huíla.

Apesar de outras empresas não avançarem valores percentuais, também confirmam um aumento nas vendas, durante o período de isolamento social, entre os dias 27 de Março e 25 de Abril, contrariando as sucessivas quedas nas vendas no ano anterior.

Mauro Baptista, director comercial da Sistec, explica que o confinamento motivou uma grande e rápida procura de bens por parte das empresas. (...)


(Leia o artigo integral na edição 575 do Expansão, de sexta-feira, dia 22 de Maio de 2020, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i