Exportação de 1.660 tn de café em 2020 pelo valor de 3,3 milhões USD

Exportação de 1.660 tn de café em 2020 pelo  valor de 3,3 milhões USD
Foto: César Magalhães

As exportações de café verde geraram uma receita de 3,3 milhões USD, entre Janeiro e Dezembro do ano passado, de acordo com as estatísticas do Instituto Nacional do Café (INCA), a que o Expansão teve acesso.

Contribuem para as exportações angolanas Portugal com 73% do valor, a quase totalidade é comprada pelo grupo Delta, seguido da Espanha com 9% e o Líbano 5%. Da lista de compradores, seguem-se ainda Marrocos, Emirados Árabes Unidos, Estados Unidos da América e Albânia, são outros destinos para a comercialização desta commodity, que, no conjunto, representam 13%.

As vendas ao exterior deste produto ganharam força no ano passado, mesmo com a pandemia da Covid-19 que assola o mundo, quando saíram do país 1.662 toneladas de café, um aumento de 54,6%, contrariando o período homólogo, em que os angolanos exportaram 1.075 toneladas. Em termos de receitas também houve um aumento de 62,2%, fixando-se, em 2020, nos 3,3 milhões USD, contra os 2,03 milhões USD arrecadados em 2019. Com base nos dados do INCA a produção do café comercial foi de 5.570 toneladas (café robusta), e 480 (arábica), perfazendo um total de 6.050 toneladas. As províncias líderes na produção de café, em 2020, foram Cuanza Sul com 1.963 toneladas (32,4%), seguindo-se o Uíge com 1.694, representando assim 60,4%, do universo total de produtores de café no País.

(Leia o artigo integral na edição 612 do Expansão, de sexta-feira, dia 19 de Fevereiro de 2021, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i