DP World cria estágio remunerado no Multiusos do Porto de Luanda

DP World cria estágio remunerado no Multiusos do Porto de Luanda
Foto: D.R.

A empresa de logística multinacional de portos dos Emirados, DP World, lançou um programa de estágios remunerados para 12 licenciados sem experiência profissional nas áreas de TI, comercial, finanças/aquisições, sector de operação (OPS), saúde e segurança ambiental (HSSE), engenheiro eléctrico e mecânico e recursos humanos.

O programa, denominado Grow (crescer), tem como objectivo desenvolver o espírito de liderança para, a longo prazo, construir o grupo de talentos e pipeline da DP World Luanda.

Conforme o comunicado da instituição, o programa faz parte do compromisso assumido pela DP World de contribuir para o desenvolvimento das comunidades onde actua e procurar acelerar o crescimento dos jovens licenciados angolanos que possuam grande potencial ao proporcionar formação avançada e experiência de trabalho. Visa ainda contribuir para a integração dos jovens no mercado de trabalho e para formação, pela DP World Luanda, de um leque diferenciado de futuros líderes no sector.

Os interessados devem ter uma idade inferior ou igual a 25 anos, licenciados e mestrandos nas áreas de logística, gestão portuária, engenharia, finanças, informática, saúde, segurança e meio ambiente, gestão empresarial, direito, recursos humanos.

Até ao dia 20 de Maio, os candidatos ao estágio devem submeter as candidaturas na página da Jobartis: https://www.jobartis.com/empregadores/dp-world-luanda. Onde estão disponíveis as fichas para preenchimento e submissão.

Os seleccionados para o estágio, que terá a duração de um ano e seis meses, passarão algum tempo nos vários departamentos da DP World Luanda, nomeadamente, nas áreas comercial, engenharia, operações, tecnologias de informação, para desenvolverem a capacidade prática e de negócio.

O órgão de gestão das candidaturas não avançou o valor da remuneração, mas garantiu que é uma das questões que está salvaguardada, pois é um imperativo legal que deve ser obedecido.

Em nota, o CEO da DP World Luanda, Paco Pinzon, explicou que está orgulhoso por a empresa oferecer aos jovens uma oportunidade como esta que se realiza.

"Acreditamos fortemente no investimento em conteúdo local e esperamos não só guiar e formar os estagiários que se juntem ao programa, como também aprender com os seus pontos de vista sobre todas as nossas áreas, especialmente no domínio da inovação e do digital", frisou.

(Leia o artigo integral na edição 623 do Expansão, de sexta-feira, dia 7 de Maio de 2021, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i