O novo paradigma económico de Angola e a aposta na educação

O novo paradigma económico de Angola e a aposta na educação
Foto: Adjali Paulo

Durante muitos anos, habituamo-nos a olhar para Angola, nomeadamente para Luanda, como um mercado com elevados custos de vida e consequente elevado custo do trabalho.

Nos corredores das empresas internacionais era habitual ter como boa prática que todas funções de "back office", ou seja, aquelas que não têm contacto directo com os clientes, fossem efectuadas nos países de origem ou terceiros com menores custos.

No entanto, vale a pena voltarmos a reequacionar estas práticas, pois a realidade de hoje foi alterada, por um lado pelas penosas regras de empobrecimento impostas pelos agentes financeiros externos, mas também pelo desenvolvimento positivo de reformas estruturais internas do Executivo.

Esta nova realidade, acelerada pelo impacto que a actual pandemia forçou nos modelos de trabalho das organizações, abre um conjunto enorme de oportunidades para o desenvolvimento do modelo económico de Angola.

Está hoje bem definido e finalmente percebido por todos que o futuro de Angola passa pela sua maior competitividade na produção e exportação de bens e serviços, diversificando a sua economia não-petrolífera. Ora, no desenvolvimento da economia no curto e médio prazo, a exportação de serviços de valor acrescentado apresenta enormes vantagens em comparação com a exportação de bens transacionáveis, pois ela não requer avultados investimentos externos em infraestruturas, não requer a transparente disponibilidade de divisas e bom funcionamento do sector financeiro para aquisição de equipamentos e matérias-primas, não requer complexas cadeias de logística para escoamento da produção, nem sequer necessita de passar por longos processos de acreditação e garantia de qualidade dos produtos a serem exportados.

*Senior Advisor

(Leia o artigo integral na edição 625 do Expansão, de sexta-feira, dia 21 de Maio de 2021, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i